Veja quais são as novidades do EBERICK 2021

1255 0

O Eberick é certamente um dos softwares mais utilizados na Engenharia Civil, principalmente na área estrutural.

Desenvolvido pela empresa AltoQi, o software Eberick pode ser usado para elaboração de projetos estruturais em concreto armado, alvenaria estrutural e estruturas mistas, e possui uma diversidade de ferramentas para todas as etapas do projeto.

Muitos engenheiros consideram esse software uma das melhores soluções para o cálculo de estruturas.

Isso porque, além de possuir um poderoso sistema gráfico de entrada de dados, o programa permite a análise de toda a estrutura em um modelo de pórtico espacial e conta com diversos recursos de dimensionamento e detalhamento dos elementos, como lajes, vigas, pilares, blocos sobre estacas e sapatas.

A AltoQi já lançou várias versões do Eberick. A versão 2021 traz recursos inovadores, como realidade aumentada, visualização tridimensional das armaduras e alta performance para estruturas de todos os portes.

Confira quais são as principais novidades do novo Eberick 2021.

  • Visualização e exportação IFC das armaduras em 3D

No Eberick 2021, é possível visualizar e exportar as armaduras 3D de lajes, vigas, pilares e fundações em IFC!

Desta forma, pode-se visualizá-las em conjunto com as demais disciplinas em qualquer software BIM do mercado, facilitando a montagem das armaduras na obra.

  • Exportação do modelo 3D em Realidade Aumentada

A nova versão do software também permite exportar o modelo 3D para o aplicativo Augin, em seu smartphone ou tablet, e visualizar rapidamente o projeto em realidade aumentada.

  • Inclusão dos quantitativos na exportação IFC

Os quantitativos gerados no Eberick poderão ser exportados junto ao IFC, permitindo integrar o projeto estrutural ao BIM 5D, referente à parte de orçamentação.

  • Aplicação das forças de túnel de vento em estruturas esbeltas

Com a versão 2021, é possível também importar os resultados do ensaio de túnel de vento no projeto e aplicá-los na estrutura.

Este recurso tende a facilitar a entrada destes dados, especialmente no caso de estruturas esbeltas e com consideração do vento em diversas direções.

  • Configuração de direções de ventos

Também é possível definir a aplicação das ações do vento em diversas direções, tornando a análise de seus efeitos mais precisa.

Com isso, se antes era possível apenas considerar o vento em 4 direções (atuando a 0 e 90 graus), agora você poderá considerar a sua atuação a 45 graus, ou ainda, segundo suas preferências.

Vale destacar a importância dessa análise de forma precisa para estruturas altas, já que os efeitos de vento são determinantes no comportamento dessas estruturas.

O novo recurso permitirá a inclusão de até 36 direções de vento, e facilitará a inclusão dos resultados de estudos de túnel de vento.

  • Visão de impressão

Uma visão de impressão pode ser utilizada no Eberick 2021.

Desta forma, é possível utilizar o fundo branco, sem ter que alterar os níveis de desenho dos elementos, para adequá-los à cor de fundo.

A partir do novo recurso, há mais liberdade para escolher o padrão de cores, podendo adotar a mesma visualização de impressão que tem sido preferência de muitos usuários, e que é apontada como tendência para o trabalho com projetos em BIM.

  • Cadastro de cargas de acordo com a NBR6120

Com o objetivo de atender às mudanças realizadas na NBR 6120:2019, os valores das cargas acidentais cadastradas no menu “Cargas típicas” para lajes, foram atualizados, assumindo os valores recomendados a partir da atualização da norma.

Com isso, ao lançar as lajes e definir as cargas acidentais segundo um grupo pré-determinado, você contará com a segurança de adotar valores atualizados, atendendo aos requisitos normativos.

  • Determinação dos deslocamentos considerando rigidez configurada

Agora é permitido configurar a redução na rigidez à flexão das vigas e pilares que deverá ser considerada na obtenção dos deslocamentos considerando a seção fissurada, eliminando a necessidade do dimensionamento prévio dos elementos e cálculo das inércias equivalentes e, portanto, conferindo mais agilidade e rapidez no processamento da estrutura.

O cálculo refinado poderá ser realizado na etapa final do projeto, considerando neste caso, uma redução na rigidez que é calculada pelo programa (método realizado nas versões anteriores).

  • Exportação das nervuras da laje em IFC
Recursos Eberick 2021

Agora o programa permite realizar a exportação das lajes de forma realista, incluindo as nervuras.

Essa nova opção faz com que as lajes sejam exportadas em IFC com maior precisão, a partir da qual pode-se obter o volume da capa de concreto, vigotas e blocos de enchimento de forma mais assertiva.

  • Preenchimento da seção de corte e vista no corte planificado

A geração de cortes verticais que contemplem as diferentes disciplinas de forma conjunta proporciona realismo ao projeto, facilitando a tomada de decisão e evitando retrabalhos e custos adicionais.

Por isso foi realizada uma importante melhoria neste corte, a partir da criação de níveis de desenho específicos para os elementos cortados e em vista, que além de facilitarem o entendimento tridimensional do modelo passarão a atender os requisitos da ABNT NBR 10067 Princípios gerais de representação em desenho técnico – Procedimento.

  • Aprimoramento no cálculo do GamaZ

A nova versão conta também com um aprimoramento no cálculo do Gama Z, que passou a ser mais refinado para situações específicas de projeto.

Este aprimoramento foi obtido a partir de mudanças nos critérios de obtenção das cargas dos pilares, que são consideradas no cálculo do Gama Z, bem como as combinações de cálculo adotadas para ele e a carga horizontal para casos em que o projetista utiliza o vento dinâmico.

Além disso, foi incluído o cálculo do Gama Z para cada direção de vento considerada no projeto e melhorias nos relatórios de estabilidade global.

As alterações realizadas influenciam situações de projeto, como: pilar de transição e casos de pilar tracionado.

  • Geração de pranchas associadas ao QiBuilder

Com o intuito de melhorar a sua experiência ao gerar as pranchas dos projetos no Eberick associados ao gerenciador do QiBuilder, foram inseridas no programa novas opções que trarão mais liberdade e agilidade nesta etapa.

Agora, você pode escolher a forma de agrupamento dos elementos nas pranchas, se por elemento, pavimento, ou elemento e pavimento.

Além disso, o salvamento das pranchas no gerenciador, a partir do projeto associado no Eberick, foi totalmente automatizado. Desta forma, não será mais necessário definir o nome, local de salvamento e propriedades das folhas.

Com isso, este procedimento se tornou mais ágil e fluido, melhorando sua experiência de uso e otimizando o seu tempo.

  • Aprimoramento nos pontos de captura

Dando continuidade ao recurso de linhas de eixo dinâmicas, que permite visualizar linhas de referência e intersecção automáticas (eliminando a necessidade de criação de linhas auxiliares ao longo do lançamento), foram implementados neste release novos destaques para as capturas ponto médio e quadrante.

Seguindo os mesmos padrões dos demais softwares de CAD, a captura ponto médio passou a ser representada por um triângulo, enquanto o ponto quadrante passou a ser representado por um losango.

Nas versões anteriores, essa representação ocorria por meio de um triângulo, o que poderia confundir a interpretação do usuário sobre estas capturas.

Quer saber tudo sobre o novo Eberick 2021?

Inscreva-se no aulão exclusivo do Canal da Engenharia com o professor Emanuel Dantas, Engenheiro civil e especialista em estruturas de concreto e fundações que atua há mais de 5 anos com projetos estruturais residenciais e comerciais.

Fonte: altoqi.com.br/eberick-novidades/

Deixe uma resposta