Queda de Edifício em Miami: o que pode ter provocado o colapso

402 0

Tragédias com prédios inteiros colapsando e desmoronando não são um acontecimento restrito ao Brasil.

No último dia 24 de junho (última quinta-feira), um edifício de 12 andares com 100 apartamentos localizado à beira mar em Miami Beach, colapsou de maneira totalmente inesperada.

Até o momento, ao menos 11 pessoas morreram e aproximadamente 150 ainda estão desaparecidas nos escombros (atualizado em 29/06/2021, 09h).

Foto aérea mostra parte do Champlain Towers, prédio de 12 andares à beira-mar que desabou parcialmente em 24 de junho de 2021 em Surfside, perto de Miami, na Flórida — Foto: Amy Beth Bennett/South Florida Sun-Sentinel via AP. Fonte: G1.com.

Um desabamento totalmente atípico, em uma das regiões mais exigentes quanto a qualidade das suas edificações. Foi assim que o prefeito da vila de Surfside definiu o acontecimento: “Esse tipo de coisa não acontece nos Estados Unidos, isso era menos provável que um raio cair duas vezes no mesmo local”.

É fato que a região de Miami é uma das áreas mais exigentes quanto aos procedimentos construtivos. No estado, toda a edificação de múltiplos andares tem que seguir uma lista enorme de regras, muito mais complexas que em qualquer outro lugar do planeta. Essas regras ficaram mais rígidas após o furacão Andrew, que devastou a região em 1992.

Os edifícios, além de respeitarem uma cartilha de exigências, ainda devem passar por uma inspeção a cada 40 anos para verificar a estabilidade estrutural, e também atualizar sistemas essências de segurança em casos de emergência.

O edifício conhecido como Champlain Towers, estava justamente se preparando para essa inspeção. O prédio, construído em 1981, completaria seu quadragésimo aniversário no final deste ano.

Uma das exigências para uma fiscalização como essa é a estabilidade estrutural do edifício.

Seria então alguma intervenção em um dos sistemas estruturais do edifício a razão do colapso?

Segundo o engenheiro responsável, as obras de intervenção ainda nem haviam começado e, por ser um edifício bem construído, não demandaria muitas alterações.

No momento da queda, apenas uma obra no telhado do edifício estava em andamento. Se isso for verdade, é pouco provável que tenha alguma relação com o colapso do edifício.

Para entender as possíveis causas do colapso, o Engenheiro Civil Felipe Rodrigues, Especialista em Estruturas, fez uma breve análise para tentar identificar alguns pontos que podem ser importantes e que podem ter contribuído para esse incidente totalmente inesperado.

Acompanhe no vídeo aqui do Canal da Engenharia:  

Imagem de capa: Miami-Dade Fire Rescue Department.The original uploader was TheEpicGhosty at English Wikipedia., Public domain, via Wikimedia Commons.

Deixe uma resposta