Japão construirá túnel no oceano para descartar água radiativa de Fukushima

834 0

Trabalhadores da Tokyo Electric Power, empresa responsável pela unidade, começarão a construir um enorme túnel subaquático de quase um quilômetro de comprimento e 2,5 metros de largura.

O objetivo é liberar 1,27 milhão de toneladas de água radioativa tratada no Oceano Pacífico.

Apesar da rejeição de nações vizinhas, o Japão prevê a construção da estrutura submarina que verterá dejetos do acidente nuclear de 2011, em que a usina de Fukushima foi palco do pior acidente nuclear desde Chernobyl.

Tanques de armazenamento de água radioativa na usina nuclear de Fukushima
Tanques atuais para armazenar água contaminada por radiação em Fukushima. Fonte: BBCnews.

Temor de contaminação

Porta-vozes da empresa de energia dizem que o canal começará a ser construído a partir de março de 2022, uma vez realizados os estudos necessários de viabilidade e obtidas as permissões de funcionários japoneses.

O projeto, no entanto, está tendo uma forte rejeição por parte de associações e civis da Rússia, China e Coreia do Sul.

O acidente de Fukushima aconteceu após um terremoto de 9 graus na escala Richter sacudir a costa nordeste do Japão, em 11 de março de 2011.

O movimento sísmico gerou um tsunami de 14 metros de altura, que inundou a central e inutilizou os sistemas de refrigeração nuclear.

Consequentemente, foram registrados incêndios e explosões que deixaram um saldo histórico de 16 mil mortos, mais de 3 mil desaparecidos e 6 mil feridos.

Imagem de capa: Especialistas visitam Fukushima em 2013 como parte de uma missão para revisar os planos do Japão para desativar a instalação. IAEA Imagebank, CC BY-SA 2.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0, via Wikimedia Commons.

Fonte: JAPÃO USARÁ TÚNEL PARA DESCARTAR ÁGUA RADIOATIVA DE FUKUSHIMA NO OCEANO. HistoryBrasil. Agosto, 2021

Deixe uma resposta